sábado, 30 de janeiro de 2010

Empadas do Natário

Em certos momentos considero a missão de fazer dieta impossível... principalmente em manhãs como esta, em que acordo a sonhar com moamba de galinha e no trabalho muito simpaticamente me oferecem uma caixa de empadas do Natário (famosíssima confeitaria de Viana de Castelo).
E o que dizer dos convites para aniversários, em que se espraiam à minha frente presuntos pata negra, azeitonas, patês de delícias do mar e bolo de aniversário divinamente confeccionado? Mas quem é que raio consegue aguentar?
A bem intencionada ideia de tomar todos os dias o pequeno almoço em casa viu-se relegada para segundo ou terceiro plano... com o frio que por cá faz, levantar-me às 7h00 da matina para torcer a cara a uma taça de leite de soja e cereais que sabem a cartão não é propriamente fácil... e lá ganha espaço a meia de leite e o pão de mistura torrado com pouca manteiga no bar da Faculdade... podia ser pior... tenho resistido aos croissants mistos que é uma beleza... mas de facto, desjejuar em casa seria o ideal... conto pesar-me amanhã de manhã... Com menos ataques de fúria e compulsão alimentar, talvez tenha dado para diminuir uns quilos à balança e ganhar mais coragem para regressar ao ginásio, de onde fui dada como desaparecida em combate desde o dia 4 de Janeiro, último dia em que por lá apareci... quem diria que pago para lá andar... Coragem precisa-se...

Sem comentários:

Enviar um comentário